sexta-feira, 29 de fevereiro de 2008

Frases... tavam na Caras

"O pensador" de Paul Mathieu


A revista Caras é uma revista inútil.
Já recebi por e-mail vários convites para recebê-la durantes um tempo sem pagar nada. Não aceitei. Minha irmã aceitou a que veio pra ela e de vez em quando eu ando folheando aquela chatice.

Gosto de ver as gentes bontinas que nela aparecem. Parece que o mundo é lindo, perfeito, "azul', pras pessoas que são matéria da revista.

Mas, gosto também de uma página dedicada a citações de pensadores. A edição dessa semana trouxe umas interessantes que vou postar aqui.

Vamos lá:

"A vida é como andar de bicicleta. Para manter o equilíbrio é preciso se manter em movimento." Albert Einstein

"Com vinte anos um homem tem enormes poder de combate e esperança. Quer reformar o mundo. Ao chegar nos 70, ainda quer reformá-lo. Mas sabe que não pode". Charence Darrow

"A vida mais curta e a mais longa equivalem-se. O movimento presente é igual para todos e o que se perde afigura-se ínfimo. Não se poderia perder o passado nem o futuro porque, não os tendo, como no-los poderiam tirar?" Marco Aurélio Antonio

"Que sofrimento olhar o tempo quando se ama." Paulo Mendes Campos

[...]

"Não se pode ir longe na amizade sem disposição de perdoar os pequenos defeitos um do outro." Jena de La Bruyère

[...]

"Por que, se te esqueci, sonho contigo?" Alberto de Oliveira

"Tão breve é o amor, tão longo o sofrimento!" Pablo Neruda

[...]

Algumas dessas frases terei a oportunidade depois de comentá-la.
O número da edição da revista é 746 - Ano 15 - Nº 8 - 22/02/2008

domingo, 24 de fevereiro de 2008

Mudanças... mais uma vez

Já falei muitas vezes aqui de mudanças.
É lugar comum em meus textos.
Tudo muda, é obvio. As coisas estão mudando a cada instante, às vezes nem percebemos, mas estão.
Minha vida tem mudado muito. No princípio, as mudanças doem, geram medo, desconfiança, fiquei um bom tempo com uma certeza que quando fui me dá conta ela já estava no fim, as dúvidas é que estavam me dominando.
Minha vida ficou, ou melhor está, como a paisagem acima; deserta; amorfa; sem brilho.
As mudanças provocam isso.
Mas, o que me dá forças é a esperança de que todas as mudanças forjam um novo estilo de vida, portanto, sei que terei dias melhores do que hoje. Sei que um novo horizonte se descortina, como a imagem abaixo, trazendo pra mim esperança de um futuro melhor, de dias de alegria, de paz, de amor...




Ainda bem que as mudanças que fiz por mais que me tenham deixado tristes, elas forjaram um novo tempo pra minha vida. Eu sei que há mudanças que deixam a pessoa pior do que antes, mais infeliz, mais triste. Contudo, o que fiz, o que mudei, foi pensado, repensado, analisado amiúde. Por isso, sei que meu jardim de novo florescerá, que o perfume de novo vai ser exalado, alegrando, trazendo vida, paz... Esse novo horizonte que vislumbro me promete leite e mel (pra usar a promessa bíblica), me promete paz, amor... Sei que vou no começo estranhar muito, mas com esforço, esmero, dedicação alcançarei vida plena...


Esses girassóis me indicam uma nova vida. Uma nova terra. Um futuro próspero. Me fazem sonhar e ter a certeza que meus sonhos serão realizados, aliás novos sonhos, porque os outros as mudanças que fiz me fizeram esquecê-los, não fazia mais sentido pra mim.
Tudo muda. Eu mudo. Eu já mudei. Eu vou vou continuar mudando. Enquanto aqui eu viver tudo que perdeu o significado pra mim vou deixar, vou romper, vou mudar, em busca do novo, do desconhecido, de algo que me traga prazer, gozo, esperança e vida!

domingo, 17 de fevereiro de 2008

Tempo de Amar


De todos os livros da Bíblia, Eclesiastes, é sem dúvida, o mais filosófico, o que mais expressa de forma verossímil a existência humana. É o livro que mais gosto das Escrituras. Foi escrito pelo famoso rei Salomão, conhecido pela sua sabedoria inigualável, muito mais conhecido, porém, pelos seus dotes com as mulheres; mas não é sobre esse último aspecto que o admiro.

O texto mais citado do livro é o que está no capítulo 3. 1-8. É impossível não ter ouvido algum cristão evangélico dizê-lo. Eu uma vez até dei uma rápida reflexão na minha Igreja sobre ele.

Há tempo pra todas as coisas debaixo do céu.

Hoje na escola bíblica, a ministrante, pediu pra minha irmã ler esse poema de Salomão. Claro que eu já tinha lido e ouvido várias vezes ele, mas hoje me fixei no versículo 8, na primeira parte: há tempo de amar.

É tempo de amar.

Mas o que é o amor?

Não me refiro a o amor que já falei aqui em algumas postagens. E sim no amor que Cristo tanto pregou. Que seus apóstolos tanto pregaram. No tipo de amor que padres, pastores, pregadores, sacerdotes de várias religiões divulgam. Mas bem pouco praticado.

É tempo de amor. É tempo de amar. É tempo de deixarmos de lado a intolerância, o desrespeito, o preconceito e amarmos o próximo assim como ele é. Independente de concordarmos ou não com suas atitudes, o amor deve prevalecer.

Se o Mestre disse que amassémos até nossos inimigos...

O mundo precisa de amor. Os seres humanos, a começar de mim, precisam amar.

O mundo seria tão diferente se o amor fosse uma lei, não uma lei coercitiva que obedecemos com medo da punição, mas uma lei que estivesse gravado em nossas mentes e corações, uma vez que sempre que o amor é manifestado nos sentimos melhores, nos humanizamos mais.

Amor.

Que Deus me ajude a cumpri esse que é o maior de todos os mandamentos: amar!


quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Mudanças



Como a gente muda.
O ser humano é marcado pela mudança.
Ninguém permanece o mesmo.
Nenhum homem, nenhuma mulher, pode dizer que é estanque.
Mudamos.
Às vezes, as mudanças transforma a gente em seres piores.
Contudo, na maioria das mudanças, evoluimos.
É preciso que a gente perceba o momento certo pra mudar.
A gente deve sempre fazer um exame interior pra ver as áreas que precisam de uma modificação.
Mudança.
Já mudei tanto.
Vou continuar mudando.
Espero que em todas as mudanças eu melhore como pessoa, como cidadão, filho, cristão.
Espero poder corrigir meus erros sempre.
Corrigir atitudes inconvenientes.
Transformar o que é mal no bem.
Quero mudar pra melhor.
Sei que estou longe de ser um modelo pra quem quer que seja.
Sei o quanto tenho sido falho como ser humano.
Mas, o que me deixa feliz, o que me faz ter alegria, é certeza que nunca é tarde pra mudar.
É a esperança que enquanto houver sol ainda haverá.
Que Deus estará sempre ao meu lado a despeito de minhas falhas.
Que posso aprender com meus erros.
Que posso tirar lições das falhas alheias.
Que posso ter certeza que sempre que eu mudar algo em mim que não estava certo, vou mudar o meu mundo, a minha realidade, porque a mudança social começa na gente, no nosso pensamento, na nossa atitude.
Sonho com um mundo melhor.
Um mundo que tenha essa realidade desigual mudada.
Mas, a mudança, como já escrevi, começa em mim.

Você poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...