terça-feira, 22 de abril de 2008

Malhar, corpo sarado, essas coisas

Acabei de chegar da academia.
Não costumo medir o tamanho dos meus bíceps. Hoje deu vontade, porém. Fiquei surpreso ao constatar que ele diminuiu. Passei um tempo sem malhar, devido a um problema no punho, mas nem por isso ele havia diminuido. Talvez porque eu tenha perdido dois quilos nesses últimos dias.

Mas, tenho em mim uma certeza, um objetivo: não quero ficar como aqueles caras de revistas de malhação, "bombados". Não acho que fica legal aquele tipo físico. Tem gente que toma bomba pra ficar daquele jeito. Falta um mínimo de beleza nos olhos.

A busca pela perfeição do corpo é frenética. As academias de ginástica se espalham vertiginosamente. Todos querem ficar com um corpo bonito, sarado, gostoso. Inclusive eu. Tem a saúde, mas na verdade todos que vão numa academia se preocupam menos com a saúde do que com a estética.

Isso é bom. Qual é o problema de ter um corpo legal, atraente, sedutor? Nenhum. A gente tem que malhar pra isso. Nosso tempo não é mais aquele em que todos pegavam na enchada e ia pra roça limpar, plantar, colher... Naquele tempo não havia sedentarismo, por isso os corpos eram fortes, vigosoros. Hoje como a maioria das pessoas trabalham em empregos que exigem pouco ou nenhum esforço físico, ir à academia torna-se um imperativo.

O problema é que muita gente em busca de um corpo perfeito procura meios mais fáceis, como as drogas. Uns conhecidos meus chegaram a experimentar isso. Foi um comentário geral na cidade. Tem gente, contudo, que toma essas bombas sem nenhum constragimento. Mas depois...

Os gregos se preocupavam com a estética do corpo. O povo que inventou a Filosofia, a História, a Médicina, o Teatro... tinham uma preocupação com o físico também. Em Esparta ter um corpo belo, forte, era uma obrigação. Aquela sociedade era guerreira, então era necessário ter homens forte, musculosos pra enfrentar uma batalha.

Eu malho, quero ficar sarado, mas jamais vou enveredar por caminhos outros que não o do esporte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...