sábado, 22 de novembro de 2008

Vou falar sobre o suicídio

Vou falar sobre o suicídio. Quero falar sobre isso. Dois de meus melhores amigos (talvez os melhores mesmo) tentaram essa prática. Faz tempo. Mas, depois de ter assistido Eclipse de uma paixão, me deu vontade de postar aqui algo a propósito.

Em algum momento da vida todos já pensaram (ou vão pensar) em morrer. Parece a única saída para um problema aparentemente insolúvel. A pessoa olha ao lado e não ver solução alguma. Portanto, tirar a própria vida resolve a situação.

E resolve? A pessoa deixa de existir. O que vem depois da morte não me interessa agora (são tantas verdades a respeito...). Mas, eu penso o seguinte: o cara se mata, alguns choram, outros se lamentam, entrentanto, todos e todas vão viver suas vidas, eu eu perdi a minha... Não. Nunca!

Por maior que seja o problema, a dificuldade, existe sempre uma solução. Muitos se matam por decepções amorosas, por dificuldades em casa, por viver uma vida diferente da maioria (leia-se homossexuais, travestis...), por uma crise financeira e etc. Sobre os três primeiros motivos digo que o suicídio foi uma escolha errada. Sempre existe a possibilidade de encontrar uma outra pessoa por quem podemos nos apaixonar e viver um novo amor; na família é natural os problemas, você pode sair de casa, ou se não for possível, ficar no seu canto e esperar o momento certo para emigrar; se é por não ser aceito, é bom lembrar que muitos homens e mulheres tem o mesmo jeito de viver a sexualidade que a sua, portanto têm pessoas que vão acolher de coração o cara. A pessoa se matar por que outras pessoas nos abandonaram, não nos aceitam, não nos entendem, não vale a pena. Todas elas vão continuar com suas vidas numa boa e o cara é que se ferrou... Problemas financeiros todo mundo passa; é só se esforçar um pouco que é possível atravessar numa boa essa maré ruim...

Tô um pouco confuso com as palavras. O quero dizer é o seguinte: a vida tem múltiplas possibilidades, existem vários caminhos, vários meios pra se livrar de alguma situação ruim, seja ela qual for, do que o suicídio. Todo mundo passa por situações desesperadoras. Mas tudo na vida passa. O bom dela é isso: o amanhã só chega após a noite.

A morte só é bem vinda quando a gente já tiver cumprido a nossa missão na terra. Acredito nisso. Encontrando nossa função na vida nos fará passar por qualquer vale, deserto, furacão e ter a certeza que depois de tudo isso vamos encontrar a felicidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...