sexta-feira, 7 de setembro de 2007

Independência

Dia da independência. Temos o que comemorar? 185 anos de liberdade. Mas o que é liberdade? Para quem foi a liberdade com o rompimento com Portugal? Será que o povo estava interessado e envolvido nos debates sobre o tema há 185? Ontem, no curso, estavámos discutindo um texto da eminente historiadora Emília Viotte. Ótimo. Mostra tudo que estava por trás do discurso das elites da época. Além disso, os limites das idéias liberais no Brasil. Que liberdade queriam se a escravidão continuava? O nosso país, hoje, ainda não está totalmente liberto. As elites ainda mandam em nosso pais. Não temos mais a escravidão como algo instituído, mas o salário mínimo é de miséria. Há enormes filas nos hospitais públicos, pessoas morrem nelas em busca do atendimento que não vem. As escolas da rede oficial estão sucateadas, professores mal remunerados, sem equipamentos didáticos, computadores, alunos desestimulados porque não vem perspectiva em estudar. Milhares de desempregados, e o governo sem um política eficiente dá Bolsa Família, perpetuando a miséria. Olha que sou a favor do governo Lula, mas não posso deixar de me omitir nisso. É claro que esse programa atende as necessidades imediatas dos que nada tem para comer. Mas, e depois? Dói vê a prostituição infantil no Brasil, mormente em meu amado Nordeste. E a corrupção? Nem se fala. Taí Renan Calheiros como símbolo. E a falta de moradia? A reforma agrária? A propósito, os sem terra são vistos como bandidos, enquanto os latifundiários são os desenvolvimentistas da nação. Que país é esse? Que independência é essa que comemoramos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...