domingo, 25 de novembro de 2007

Não tenho medo da morte. Falo da morte em si. Não. De jeito nenhum. Acho que a gente deveria comemorá-la como muitos povos fazem, com festas, banquetes, danças. Ela é única certeza que temos. Ateus, deístas, teístas... todos tem essa certeza. Não tenho medo da morte, mas de uma morte precoce tenho. Morrer jovem... Fico triste sempre que morre uma pessoa na sua juventude, não que as outras não tenham valor, é que os jovens estão no limiar da vida, cheios de sonhos, planos, desejos... Sexta-feira, peguei uma virose brava junto com uma crise de garganta. Pensei que ia morrer. Sério. Cheguei a chorar. Tenho tantos sonhos... Nem 1% chegei a realizar. Meu corpo ardia de febre. Minha garganta doia tanto que mal consegui comer... Meu sono foi uma lástima... Não sonhava coisa com coisa. Cheguei até a delirar, meu pai e minha mãe ouviram tudo... Mas, graças a Deus estou bem melhor. Pronto pra continuar a jornada e lutar por meus sonhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Você poderá gostar também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...